Amigos da Toca

Visitem meu outro blog!

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

Navegue na Toca ouvindo os sons da Natureza!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Gifs Animados de Bruxas

---30---

Photobucket



-------------------------------------------------------------------------
----29----

Photobucket









-------------------------------------------------------------------------
----28----
Photobucket






-------------------------------------------------------------------------
----27----

Photobucket






-------------------------------------------------------------------------
----26-----

Photobucket






-------------------------------------------------------------------------
----25----

Photobucket



domingo, 24 de abril de 2011

Contos de Fantamas-O Colecionador de Fantasmas

Photobucket
O Colecionador de Fantasmas

Dona Rosália era minha vizinha desde que eu me entendo por gente no bairro de Santa

Teresa, no Rio de Janeiro. Sua casa era um sobrado antigo, mas muito bonito, no estilo que só é

encontrado mesmo nesse bairro. Se você já esteve aqui, sabe bem do que estou falando. Minha

vizinha era uma viúva de 51 anos; ainda nova, é verdade, mas já enterrara três maridos pelo menos.

Ela, assim como minha mãe, morava com um único filho. Mas ao contrário de mim, que

sempre estou em casa, já que trabalho como revisor de textos, Cleiton, seu filho, passava a maior

parte do tempo na rua por causa da faculdade e do trabalho. Por isso, pra compensar a solidão,

dona Rosália começou a alugar os quartos do sobrado. Era uma forma de fazer amigos e ter

também uma renda extra. Era uma mulher batalhadora, forte, digna de admiração. Não temia

bandidos, assim como baratas ou ratos. Seu único medo eram as tempestades. Seus três maridos

haviam morrido durante tempestades, de maneiras trágicas.

Naquele janeiro, porém, não houve mortes. A tempestade nada levou, apenas trouxe.

Eu o vi saltar do bonde da minha janela. Era um sujeito estranho, de barba lisa e branca como

os seus cabelos. Suas sobrancelhas eram grossas e negras. A despeito disso, não me parecia ser

muito velho. Usava roupas negras, longas, e tentava se proteger da chuva sob um chapéu ordinário.

Na mão, nada além de uma valise. Reparei que ele conversava sozinho, nada muito anormal. Estou

acostumado a pessoas estranhas, dada a grande quantidade desses tipos aqui no bairro. Como eu

esperava, ele se dirigiu a casa de dona Rosália. Conversaram à porta por alguns minutos e então

ele entrou. Mais um hóspede.

Pouco soubemos sobre Pazú, o hóspede, nos dias que se seguiram. Eu o via raramente, mas

nas poucas vezes eu sentia algo sinistro nele. Algo estranho na forma como fumava e conversava

com algum ser imaginário. Dona Rosália disse que ele passeava pelo país, conhecendo e

fotografando lugares. Pagara para ficar hospedado por um mês, mas disse que se gostasse ficaria

por mais tempo. Ela não se importou, afinal, em sua casa as pessoas vêm e vão e ninguém nunca

pergunta nada.

Bem, no bairro, tudo continuava a mesma coisa. Nada alterava nossa rotina de bairro

turístico. Pelo menos uma vez por semana eu ia até a editora onde eu trabalhava para entregar o

material revisado e pegar a nova leva. Trabalhar em casa tinha suas vantagens, mas eu sempre

tinha tanto o que fazer que acabava ficando sem tempo para iniciar o meu romance. Na verdade, eu

escrevia bem, mas nunca achei que pudesse ter inspiração para uma história. Até então.

Nesse dia em que desci até a zona sul, tudo parecia normal. Exceto pela volta pra casa, onde

eu encontrei Pazú. Poderia ter sido um encontro casual, mas eu resolvi segui-lo por alguma razão.

Não entendi o porquê, mas em poucos minutos eu o vi adentrar o cemitério São João Baptista. Não

fui adiante, pois fiquei com medo. Assumo, cemitérios me apavoram bastante. Por isso voltei pra

casa; talvez ele estivesse apenas visitando algum conhecido enterrado ali.

Da minha janela, eu vi quando ele voltou. Ele me olhou rapidamente e acenou pra mim. Meio

reticente, retribuí o aceno. Mas algo nele me assustou, não sei explicar o que. Não consegui parar

de pensar nele antes de dormir. Na manhã seguinte, encontrei dona Rosália conversando com

minha mãe na cozinha. Parecia assustada. Quando perguntei o que havia acontecido, ela respondeu

nervosa.

- Pazú. Ontem a noite antes de me recolher, passei pela casa pra checar se as portas e as

janelas estavam fechadas, como sempre faço. Quando passei pela porta do quarto de Pazú, ouvi

uma conversa. Ele parecia rir com algumas pessoas ali dentro. Aquilo me enfureceu, pois, você

sabe, tenho algumas regras no sobrado. E uma delas é que não permito visitantes após as dez da

noite. Por segurança.

- Claro – concordei – a senhora está muito certa.

- Então bati na porta. A mulher que ria, logo se calou. Alguns segundos depois Pazú abriu a

porta. “Pois não”, disse ele. Expliquei que na casa havia regras e como já havia passado das dez da

noite, não gostaria que ele tivesse visitas no quarto. “Mas não há ninguém aqui”, falou ele abrindo a

porta. O quarto estava vazio. Eu lhe disse que havia ouvido vozes, mas insistiu que estava sozinho e

me convidou a inspecionar o quarto. Não havia ninguém lá, nada. A janela estava trancada por

dentro, então não teria saída. Olhei sob a cama, dentro do armário e no banheiro. Nada, menino.

Nada. O que eu podia fazer? Desculpei-me e saí do quarto. Assim que a porta se fechou, as

mesmas pessoas voltaram a conversar. Mas não havia ninguém lá. Saí para checar os outros

hóspedes. Todos estavam sós em seus quartos e eu os conheço bem o bastante pra saber que não

levariam ninguém para dentro da minha casa sem minha autorização. Os barulhos vinham mesmo

do quarto de Pazú.

- Você não falou nada com ele? – perguntou minha mãe, indignada. As duas eram muito

amigas.

- Falar o que? Eu mesma chequei o quarto. Mas o pior foi hoje de manhã.

- O que houve? – eu perguntei.


- Fui preparar o café da manhã do Cleiton e ele me perguntou se havia hóspedes novos na

casa. Respondi que não, lógico. Então ele me perguntou quem era a mulher e a criança que ele vira

nos corredores quando ele chegou em casa ontem, por volta da meia-noite.

- Meu Deus, Rosália! – disse minha mãe, pálida – Eu estou toda arrepiada.

- Você não acha que...?

- Fantasmas, meu filho. Tem fantasmas na minha casa. E eles chegaram com o Pazú.

Depois daquilo, passei a ter mais medo da figura de Pazú. Achava que dona Rosália era

muito corajosa por manter em sua casa pessoas das quais ela não conhecia a procedência. Achei

que seria melhor se ela o mandasse embora. Mas minha vizinha já usara o dinheiro que ele pagara

previamente, portanto, não poderia mandá-lo embora até o fim do mês.

À época do carnaval as comemorações de rua aqui no bairro foram canceladas por causa das

chuvas ininterruptas. A cidade mais abaixo estava um caos, que todos tentavam abafar por causa

das festividades. Num desses dias, Cleiton me convidou para uma noitada e eu não pude dizer não,

afinal, eu raramente saía.

Fui encontrá-lo naquele sobrado tão conhecido por mim. Enquanto aguardava por ele, dona

Rosália me serviu um chocolate quente. O que ela preparava era o melhor, sem dúvida.

- Pazú está em casa? – perguntei, pois não queria encontrá-lo.

- Não. Esteve fora o dia inteiro. Já conversamos e ele disse que não pretende ficar mais do

que o combinado. Só mais uma semana e estarei livre dele.

Cleiton desceu as escadas logo. Estava arrumado demais para uma noitada, eu disse, mas

ele não deu a mínima. Quando dona Rosália nos levava à porta, ouvimos passos no andar de cima.

- Mãe – falou Cleiton, assustado – Você disse que estávamos sós em casa.

- E estamos.

- Então quem está correndo no andar de cima?

Cleiton pediu minha ajuda para investigar o sobrado e me passou uma lanterna. Admito que

estava assustado demais, mesmo assim fui com ele por todos os lugares do sobrado. Ouvimos

passos e risadas pela casa, mas não havia nem sinal de qualquer ser vivo ali dentro. Ser vivo.

O clima para sair já não existia mais e diante do pavor de dona Rosália, a levamos pra minha

casa. Minha mãe tratou de acalmá-la contando suas piadas (Deus a abençoe) e logo dona Rosália

estava refeita.

Cleiton, porém, parecia furioso. Trouxe-o ao meu quarto para uma conversa e ele se dizia

irritado com o que estava acontecendo no sobrado desde a chegada de Pazú.

- Esse nome dele – ele falou – é o que mais me intriga. Pazú. Sabe o que me lembra?

Pazuzu.

- O que é isso?
Photobucket

- O demônio da Mesopotâmia. Diz lenda que ele chegava com os ventos do verão,

levando o flagelo aonde quer que ele fosse. Era conhecido como o agarrador, pois gostava de

carregar espíritos junto a ele.

- Caramba, cara, Pazú já me dava medo antes de eu o associá-lo a essa história... Agora

então... Eu o vi entrar no cemitério há alguns dias atrás.

- Tem alguma coisa muito errada com esse homem e hoje ele vai ter de me explicar o que é.

Cleiton sempre foi muito calmo. Era a primeira vez que eu o via tão irritado. E quando faltou

energia, sua irritação pareceu aumentar ainda mais. Só disfarçou quando minha mãe subiu até meu

quarto acompanhada de dona Rosália. Juntos, ficamos olhando a noite chuvosa e as ruas escuras.

Lembram do que eu falei sobre o medo? Pois é, ele era quase palpável naquele momento.

Quando a chuva estiou, ouvimos barulhos na rua. Alguém se aproximava segurando uma

vela. Pazú. Não posso dizer se foi efeito da luz da vela sobre ele, mas sei que quando ele chegou vi

dezenas de vultos escuros ao seu redor. Me apavorei.

- Vocês ficam aqui – falou Cleiton – Vou ter uma conversinha com esse cara.

- Cleiton, não... Espere a luz voltar! – falou sua mãe.

Mas ele insistiu que ela ficasse. Vi quando ele atravessou a rua e adentrou o sobrado. Nada

foi ouvido por vários minutos. Nada. Os dois então saíram do sobrado juntos, mas cada um seguiu

um lado. Pazú seguiu a rua principal. Cleiton voltou a minha casa, falando com prazer.

- Eu disse que vamos fazer obra no sobrado e que seria melhor que ele procurasse outro

lugar pra ir. Indiquei os albergues da rua principal e ele foi até lá checar se havia quartos

disponíveis. Podemos ir pra casa.

Quando os dois atravessavam a rua, a energia voltou. Os dois acenaram pra nós sorrindo.

Minha mãe fez uma piadinha qualquer que eu não consigo lembrar e Cleiton respondeu de volta,

rindo bastante. Foi a última vez que o vimos vivo.

Fomos acordados por dona Rosália, pedindo por ajuda. Ela dizia que Cleiton não havia

acordado para ir para a faculdade e não abrira a porta do quarto quando ela chamara. Fui até lá,

com a adrenalina correndo nas minhas veias, e arrombei a porta.

Cleiton estava na cama, com uma expressão de pânico no rosto. Morto. Com lágrimas nos

olhos, passei mão em seu rosto para amenizar suas feições. Quando sua mãe adentrou o quarto,

era o desespero encarnado. Eu não podia assistir àquilo.

Enquanto minha mãe cuidava dela, eu cuidava de entrar em contato com a polícia e do

enterro. Ataque cardíaco; um rapaz de apenas vinte e três anos. Quando nos preparávamos para ir

ao cemitério, no dia seguinte, Pazú voltou pra casa. Ele apenas nos olhou, pois estávamos com

dona Rosália, e entrou no sobrado.

- Esse homem... – murmurou minha mãe – O que ele ainda faz aqui?




Enquanto dona Rosália chorava e Cleiton era enterrado, eu não conseguia parar de pensar

que de alguma forma o encontro com Pazú aquela noite decretara a morte do meu vizinho.

Dona Rosália passou os dias que se seguiram ao enterro de seu filho nos evitando, mas nós

ouvíamos discussões e gritos todas as noites no sobrado. Algo estava indo mal ali. Minha mãe pediu

que eu interviesse e eu liguei pra polícia. Quando eles chegaram, eu trouxe a dona Rosália pra

dormir conosco. Ela estava em um estado lastimável.

- Eu vi... – disse ela – meu filho naquela casa. Ele estava conversando com Pazú.

- Isso é impossível, Rosália – falou minha mãe – Cleiton se foi. Não está mais entre nós.

- Não em corpo, mas seu espírito está lá. Sabe o que eu descobri? Que ele, Pazú, é um

colecionador. Ele coleciona fantasmas. Estão todos em seu quarto, aprisionados de alguma forma

naquela valise. São eles que me acordam a noite, que fazem barulhos, que perturbam os cães, que

conversam... Meus hóspedes, os mais antigos, foram embora hoje. Eles têm medo do que viram... E

não os culpo. São homens, mulheres, crianças... Todos no meu sobrado, agarrados por Pazú.

- Você está perturbada com a morte do Cleiton, Rosália, é só isso.

- Não é. Ele coleciona fantasmas, me ouça. Eu sei disso – ela estava trêmula – A polícia o

obrigou a sair e ele vai embora amanhã. Mas eu preciso ir até o quarto dele... Preciso destruir

aquela valise e libertar os espíritos. Preciso libertar meu filho.

- Isso está errado, Rosália! Você não vai lá. Você vai dormir aqui e pronto.

- Não posso... Não posso...

Mesmo assim ela adormeceu. Minha mãe se recolheu algumas horas depois. Eu fiquei
Photobucket
acordado boa parte da noite. A maior parte eu passei ouvindo gritos e risos que vinham do sobrado

do outro lado da rua. Era assustador, mas não sei até que ponto eu poderia ou não acreditar no que

dona Rosália disse. Aquela valise... Colecionador de fantasmas... Então dormi. E não vi minha

vizinha voltar ao seu sobrado.

Quando minha mãe me avisou que dona Rosália estava morta, na manhã seguinte, eu corri

até sua casa. O corpo dela estava sobre sua cama, dando a impressão de que morrera dormindo.

Porém, as meias em seus pés estavam sujas de terra, como se por toda a noite ela estivesse

andando pela casa ou pelo quintal. Não fora uma morte natural. Pelo menos não de todo.

Seu hóspede, Pazú, estava acabando de sair do quarto. Foi a primeira vez que eu o vi tão de

perto e senti meu coração bater descompassado. Havia algo estranho em seu olhar. Uma certa

melancolia, ou ódio... Nunca poderia dizer ao certo. Deixou a chave sobre a mesa da cozinha, com

uma certa quantia de dinheiro, e carregava sua velha valise. A tal valise. Eu nunca saberia o que

acontecera ali naquela noite entre minha vizinha e aquele estranho.

- Sabe que ela morreu, não é? – eu disse.

- É o destino de todos nós – respondeu com sua voz rouca.

- E você não viu nada?


- Como disse à sua mãe, a encontrei no chão da cozinha e a trouxe para o quarto.

- Você não teve nada a ver com isso?

Ele não se ofendeu como eu achei que faria. Pelo contrário, acendeu um cigarro preto e

sorriu.

- Quisera eu que a morte tivesse um razão.

- E eu queria que você deixasse o espírito dela livre.

Ele me encarou e riu. Riu tanto que quase engasgou.

- Deixe-me ir, rapaz, já está chovendo outra vez e eu preciso partir. A polícia me quer longe

daqui.

Ele saiu do sobrado, deixando seus passos na lama. Então, apavorado, eu vi que outros

passos eram deixados atrás deles. Muitos passos. Senti um frio percorrer meu corpo, pois ele não

saía sozinho da casa. Cheguei até a soleira do portão e enquanto ele seguia a rua sob a chuva até o

ponto do bonde, pude ver as pegadas nas poças d`água atrás dele. Ele conversava com alguém.

Quando o vento bateu, soprando a chuva na diagonal, eu vi formas distintas de pelos menos treze

pessoas que o seguiam. Ele olhou pra trás e riu, me dando a certeza de que dona Rosália estava

certa. Aquele homem maldito, que chegou com a chuva e se foi com ela, colecionava fantasmas. E

ela, assim como seu filho, era agora uma das peças da coleção.



Fontes: Anderson dos Santos Vieira

Jack O'Lantern-Contos de Halloween

Photobucket Jack O' Lantern



A vela na abóbora provavelmente tem sua origem no folclore irlandês. Um homem chamado Jack, um alcoólatra grosseiro, em um 31 de outubro bebeu excessivamente e o diabo veio levar sua alma. Desesperado, Jack implora por mais um copo de bebida e o diabo concede. Jack estava sem dinheiro para o último trago e pede ao Diabo que se transforme em uma moeda. O Diabo concorda. Mal vê a moeda sobre a mesa, Jack guarda-a na carteira, que tem um fecho em forma de cruz. Desesperado, o Diabo implora para sair e Jack propõe um trato: libertá-lo em troca de ficar na Terra por mais um ano inteiro. Sem opção, o Diabo concorda. Feliz com a oportunidade, Jack resolve mudar seu modo de agir e começa a tratar bem a esposa e os filhos, vai à igreja e faz até caridade. Mas a mudança não dura muito tempo, não.

No próximo ano, na noite de 31 de outubro, Jack está indo para casa quando o Diabo aparece. Jack, esperto como sempre, convence o diabo a pegar uma maçã de uma árvore. O diabo aceita e quando sobe no primeiro galho, Jack pega um canivete em seu bolso e desenha uma cruz no tronco. O diabo promete partir por mais dez anos. Sem aceitar a proposta, Jack ordena que o diabo nunca mais o aborreça. O diabo aceita e Jack o liberta da árvore.
Photobucket
Para seu azar, um ano mais tarde, Jack morre. Tenta entrar no céu, mas sua entrada é negada. Sem alternativa, vai para o inferno. O diabo, ainda desconfiado e se sentindo humilhado, também não permite sua entrada. Mas, com pena da alma perdida, o diabo joga uma brasa para que Jack possa iluminar seu caminho pelo limbo. Jack põe a brasa dentro de um nabo para que dure mais tempo e sai perambulando. Os nabos na Irlanda eram usados como seu "lanternas do Jack" originalmente. Mas quando os imigrantes vieram para a América, eles acharam que as abóboras eram muito mais abundantes que nabos. Então Jack O'Lantern (Jack da Lanterna). na América passa a ser uma abóbora, iluminada com uma brasa.

Sua alma penada passa a ser conhecida como Jack O'Lantern (Jack da Lanterna). Quem presta atenção vê uma luzinha fraca na noite de 31 de outubro. É Jack, procurando um lugar.

Contos de Fantasmas-A Casa Mal-Assombrada

Photobucket

A Casa Mal Assombrada



Minha familia havia comprado um sitio muito antigo na cidade de Pinhal do Sudoeste, corria uma história na cidade de que a antiga dona da casa havia sido assassinada pelo seu ex-amante a punhaladas dentro de um dos quartos, por isso aquele sitio era assombrado, ninguém deu muita importancia ao fato, achavamos que era coisa de caipira. Já na primeira noite, eu que não acreditava nessas coisas passei a respeitar todas as lendas e hisória que o pessoal conta pelo Brasil afora. O sitio era bem grande e antigo com uma aparencia sinistra, tinha 4 quartos, a cozinha não era ligada com o casarão antigo, nem o banheiro, por isso a noite eu tive que dar a volta pela casa para conseguir tirar agua do joelho, neste momento pude perceber alguem parado próximo a um arbusto me observando, nem fui ao banheiro, voltei correndo o mais rapido que pude e enfiei-me em baixo dos lençóis, passando a ouvir varios ruidos pelo corredor, arranhando as paredes, e as vezes até uns gemidos de dor, até que de repente tudo ficou no mais absoluto silencio, ouvindo apenas os animais noturno. Quando amanheceu o dia não contei nada a ninguém. O dia estava correndo normalmente, vez ou outra, viamos algum animal andando pelas arvores ou colhendo frutos no chão, a tarde passou e a noite chegou. Eram aproximadamente 2:00hs da manhã, quando o barulho começou novamente, eu tremia todo de medo, a porta do quarto estava entreaberta, como não havia iluminação elétrica no sitio (o sitio era bem antigo, mesmo), minha mãe deixou uma lamparina no meio do corredor, isso fazia com que eu conseguia ver se alguém passava diante do meu quarto, quando percebi alguém andando em direção ao quarto dos meus pais, achei que fosse minha mãe, pulei da cama corri para o corredor, pois estava com medo e tinha um sofá velho no quarto dos meus pais eu achei que minha mãe deixaria eu dormir lá, já que esta seria nossa ultima noite naquele sitio velho e bizarro, assim que alcancei minha mãe no corredor eu a toquei pelo ombro, e tomei um susto enorme, não era a minha mãe, era uma outra mulher em estado de decomposição, no lugar de seus olhos, percebi apenas manchas de sangue, gritei e sai correndo em direção ao meu quarto, joguei-me em cima da cama e a figura monstruosa estava parada na porta do quarto
Photobucket
olhando para mim, não me lembro de ter visto meu irmão, porém ouvi seu grito, chamando meu pai, quando olhei novamente em direção da porta, já não havia mais ninguém, segundos depois entraram meu pai e minha mãe no meu quarto, eu contei
o que havia acontecido mas eles não se importaram muito, até o meu irmão dizer que havia visto alguem parado na porta do meu quarto, ele achou que fosse minha mãe, e a chamou, mas quando ela virou ele percebeu que não, ele viu que era uma mulher velha e feia com o rosto pálido que parecia que ela estava morta. Parece que quando meu irmão contou essa história, meus pais perceberam que não era pesadelo que eu tive, pois nunca ouvi casos de pessoas que partilham seus pesadelos. Nós ficamos com aquela casa cerca de 3 anos, até que de tanto eu não ir, meus pais resolveram vender o sitio.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Contos de Fantasmas-O Melhor Amigo do Homem

Photobucket

O melhor amigo do homem
No interior de Minas Gerais, contam a história de um sujeito, que se perdeu em uma mata. Ficou vagando por dias, sem água ou comida. Estava todo maltrapilho e a beira da morte.
Ao longe, pôde avistar em uma clareira, um cão que latia para ele. Por um momento pensou que fosse uma alucinação causada pelo seu estado debilitado. Chegando mais perto, pode constatar que de facto era um cão que se afastava a passos lentos, cada vez que o homem se aproximava.


Photobucket
Pensava o homem: "Se há um cachorro aqui, devo estar perto de alguma habitação, alguém deve morar por perto, vou seguí-lo."
Andava na direção do animal, que se afastava como que mostrando o caminho, para o sujeito. Após algumas horas, o homem avistou uma pequena casa, mal construída, feita de barro e palha, onde um casal sentado a porta, conversava sobre amenidades.
Feliz e desesperado, o homem correu na direção dos dois moradores, sentiu-se salvo. Os dois, assustados, receberam o homem, tentando entender o que havia se passado.
Depois de beber um pouco de água e se recuperar, o sujeito contou a história, falando do cachorro que o havia guiado pela mata até a casa onde eles se encontravam.
Entreolhando-se, os dois moradores desconfiaram da história, dizendo que não havia nenhum cachorro por aquelas redondezas. Ele, então, se propôs a levar o casal até o local onde havia encontrado o cão pela primeira vez.
Ao chegar lá, nada viram, a não ser uma cruz cravada sobre uma cova rasa, que o morador informou tratar-se do túmulo de seu filho que havia sido assassinado por uma matilha de lobos

Contos de Fantasmas-A Morte Bate à Porta

Photobucket


A morte bate a porta

Numa certa noite de interior, em meio a uma roda com fogueira, muito frio e histórias de horror, um certo garoto lança um desafio ao amigo. Faremos uma aposta, eu duvido que o Marcio entre no cemitério a meia noite???? Marcio então respondeu ao amigo:

- Aceito o desafio e não só entro como ainda trago algo para comprovar que estive lá. Então a meia noite ambos foram ao portão do cemitério, o amigo para ver com seus próprios olhos que Marcio entraria. Marcio entra, e o amigo assustado com a escuridão corre de volta para casa e fica lá com os amigos esperando o retorno de Marcio.

Marcio com muito medo, começa a ouvir passos e vozes, olha para traz e nada vê somente uma enorme escuridão, com muito medo, arranca logo uma cruz do cemitério e corre desesperado de volta para casa...... ao sair do cemitério ao longe escuta gritos de desespero.

Chegando em meio ao amigos, entra em casa sorridente e mostrando a todos sua coragem, com aquela cruz na mão, prova ao amigo que não tem medo de mortos. Os dois ficam rindo da aposta..... quando adentra em casa um dos amigos dizendo:

- Marcio, o João Alves está ai fora te procurando.... ele veio buscar algo dele que está com você.

Marcio olha desesperado para o amigo e diz: - Mas eu não conheço nenhum João Alves, e no mesmo instante os dois olham para a cruz e para espanto dos dois, na lápide havia o nome... "João Alves".

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Contos Fantasmagóricos-Magia Negra

Photobucket



Black Magic





Mad Henry era um eremita que vivia sozinho em uma mansão decrépita na periferia da cidade. corriam rumores sobre o homem de olhos selvagens. Algumas pessoas disseram que ele era um mágico que invocava os poderes das trevas para destruir o havoc em cima de seus vizinhos. Outros chamavam-no de médico louco que poderia restaurar a vida de falta de cadáveres no cemitério local. Nenhum cidadão respeitável na cidade teve nada a ver com Mad Henry


No próximo ano uma nova família se mudou-se para a cidade , tinham umauma linda filha, Rachel, por quem Mad Henry se apaixonou. Ele encheu a donzela os presentes, taças de ouro puro, colares de pérola, e um vaso de margaridas que nunca deixou cair uma única pétala. Apesar dos presentes, Rachael se apaixonou por outra, Geoffrey, um jovem homem bonito que morava na da universidade.A apaixonada Raquel acabou fugindo com seu amado, deixando para trás um atordoado Mad Henry.


Photobucket

Quando Rachael e Geoffrey voltoram da fuga, eles deram uma festa e convidaram todos na cidade. Enquanto Rachel estava dançando com o pai, ela ouviu um estrondo de trovão. Relâmpagos e outra vez. De repente, as portas duplas explodiram e uma brisa girou, trazendo com ele o cheiro dos mortos,e coisas em decomposição. Mad Henry apareceu na porta, os olhos brilhando vermelhos de raiva. Ele foi seguido pelas figuras grotescas dos mortos, que vieram em marcha dois a dois para o quarto. Seus olhos brilhavam com soquetes de fogo azul que cercaram a sala.
Dois dos cadáveres capturados Geoffrey atirando-o no chão aos pés do seu senhor. Com olhos vermelhos brilhantes, Mad Henry sacou uma faca de lâmina de prata cortando a garganta do noivo de orelha a orelha. Rachel gritou e correu, empurrando oscadáveres dos mortos, e se jogando em cima de seu marido morto.


"Você Matou a nós dois", disse ela chorando desesperadamente.


Mas Mad Henry arrancou a moça da poça de sangue ao redor de seu marido morto e levou-a para a noite de trovão. Atrás dele, o exército dos mortos se afastou da cena do urso e seguiu seu mestre. Os sons de raios e trovões desapareceu como o alquimista e seus companheiros mortos desapareceram na noite escura.


o pai de Geoffrey e pai de Rachel reuniram uma pequena multidão e seguiram o eremita mal, preocupado em salvar Rachel. Quando procuraram por Henrysua casa estava completamente vazia, exceto por uma luz, que brilhou de uma série de globos misteriosos que balançava perto do teto de cada quarto. Mad Henry havia desaparecido.


Grupos de busca vasculharam o campo por dias, mas não deu em nada. Geoffrey foi sepultado no cemitério local, o salão de dança foi derrubado. Ninguém na cidade falou sobre o que tinha acontecido, e ninguém se atrevia a imaginar o que aconteceu com a pobre Rachel .


Um ano depois do dia da festa, uma batida tímida soou na porta dos pais Rachael. Quando o pai abriu, viu um vulto magro, figura cinzenta na varanda. Seus olhos estavam sem brilho com a exaustão e a dor. Era Rachel! Sua língua foi cortada para que ela não pudesse falar. Mas quando ela tirou uma faca de sua roupa esfarrapada, a faca com uma lâmina de prata que tinha visto pela última vez nas mãos de Henry Mad. Viu-se um brilho de satisfação nos olhos de Rachel dizendo-lha que as raias de sangue que da faca estavam revestidos com sangue de Mad Henry. Naquela noite, Raquel morreu em seu sono com um sorriso pacífico no rosto devastado.

Contos de Fantasmas- Anjo Negro

Photobucket
Anjo Negro(Black Aggie)

Uma história de fantasmas Maryland

recontado por

SE Schlosser

Quando Félix Agnus colocou seu corpo envolto na estátua de bronze de um anjo do luto, sentado em um pedestal, no lote da família Agnus no Druid Ridge Cemetery, ele não tinha idéia do que ele tinha começado. A estátua era uma figura bastante estranha de dia , congelada em um momento de tristeza e dor terrível. À noite, de valor quase inacreditavelmente assustadora; o sudário sobre a cabeça ocultando o rosto até que foram para perto dele. Havia um ar de vida sobre o anjo do luto, como se seus braços pudessem realmente alcançar e agarrar você, se você não tomasse cuidado.

Não demorou muito para que os boatos a varrer a cidade e paisagem envolvente. Eles disseram que a estátua - apelidada de Black Aggie - era assombrada pelo espírito de uma esposa maltratada que jazia a seus pés. Os olhos da estátua teria o brilho vermelho no golpe da meia-noite, e qualquer pessoa viva que devolve-se o olhar para estatua instantanemente ficaria cego. Qualquer mulher grávida que passa-se por sua sombra abortaria. Se você se senta-se em seu colo durante a noite, a estátua voltaria a vida iria esmagá-lo até a morte em seu escuro abraço. Se você falou o nome do Black Aggie três vezes à meia-noite em frente a um espelho escuro, o anjo do mal iria aparecer e puxá-lo para o inferno. Eles também disseram que os espíritos dos mortos se levantam de seus túmulos nas noites escuras de reunir em torno da estátua durante a noite.

As pessoas começaram a visitar o cemitério só para ver a estátua, e foi então que a Fraternidade local decidiu fazer da estátua de Luto parte dos ritos de iniciação. "Black Aggie" sentado, onde os candidatos à adesão tinham que passar a noite agachados debaixo da estátua de costas para o túmulo do general Agnus, tornou-se popular.
Photobucket
Numa noite escura, dois membros da fraternidade foram ao cemitério e tomaram o seu lugar debaixo da estatua assustadora. As nuvens tinham obscurecido a lua, naquela noite, e toda a área escura ao redor da estátua foi preenchida com um sentimento de ódio e malícia. Era como se uma tempestade estivesse se formando naquela parte do cemitério, e para sua decepção, os dois membros da Fraternidade notando que as sombras cinzentas pareciam aglomeração em torno do corpo do candidato da fraternidade que estava com medo agachado em frente à estátua.



O que tinha sido um rito de iniciação engraçado de repente tomou um ar de perigo. Um dos irmãos da fraternidade adiantou-se em estado de alarme para chamar o iniciante. A estátua acima do menino agitou-se ameaçadoramente. Os dois irmãos da fraternidade congeloram em choque com a envolta cabeça voltada para o novo candidato. Eles viram o brilho dos olhos vermelhos brilhantes sob os braços da estátua estendendo-se em direção ao garoto encolhido.

Com gritos de alarme, os irmãos da fraternidade saltoram para a frente para resgatar o novo iniciado. Mas era tarde demais. O iníciado deu um grito horrorizado, e, em seguida seu corpo desapareceu no abraço do anjo negro. Os irmãos da fraternidade tentatam ajudar, mas a estátua olhou com seus os olhos brilhando sobre eles. Com suspiros de terror, os meninos fugiram do cemitério antes que a estátua pudesse agarrá-los também.

Ao ouvir os gritos um guarda noturno correu para o local aonde estava a estátua. Para seu desgosto, descobriu o corpo de um jovem deitado aos pés da estátua. O jovem tinha aparentemente morreu de susto.

A perturbação causada pela estátua tornou-se tão aguda que a família Agnus finalmente doou-a ao museu Smithsonian, em Washington DC. O anjo sentou-se por luto está a muitos anos armazenado lá, nunca mais a atormentou os cidadãos que visitam a Druid Hill Park Cemetery.

Contos de Fantasmas-Axe Murder Hollow

Photobucket

Axe Murder Hollow

Uma história de fantasmas na Pensilvânia

recontado por s.e. Schlosser

Susan e Ned estava dirigindo em uma seção arborizada vazio da rodovia. Relâmpagos, trovões rugiam, o céu ficou escuro na chuva torrencial.
"É melhor parar",sauxílio Susan.
Ned acenou com a cabeça em concordância. Pisou no freio, e de repente o carro começou a deslizar sobre o pavimento escorregadio. Eles caíram fora da estrada e deslizou até parar no fundo de um declive.
Pálido e tremendo, Ned rapidamente virou-se para verificar se Susan estava bem.Quando sEle balançou a cabeça, Ned relaxado e olhou através da chuva encharcado janelas.
"Eu vou ver como é ruim", disse Susan, e quando sair para a tempestade. Ela viu sua figura borrada no farol, andando na frente do carro. Um momento depois, ele pulou ao lado dela, toda molhada.
"O carro não está muito danificado, mas estamos roda de profundidade na lama", disse ele. "Eu vou ter que ir pedir ajuda."
Susan engoliu nervosamente. Não haveria nenhum resgate rápido aqui. Disse-lhe para desligar as luzes e fechar as portas até que ele voltasse.
Axe Murder Hollow. Embora Ned não tinha dito o nome em voz alta, ambos sabiam que ele estava pensando quando disse a ela para travar o carro. Este era o lugar onde um homem já havia tido um machado e cortou a sua esposa até a morte em um ataque de fúria sobre um suposto caso. Supostamente, o espírito machado-wielding do marido continuaram a assombrar esta seção da estrada.
Fora do carro, Susan ouviu um grito, um estrondo e um barulho estranho gorgolejar. Mas ela não conseguia ver nada na escuridão.
Assustada, ela encolheu-se em seu lugar. Ela se sentou em silêncio por um tempo, e então ela percebeu um outro som. Bump. Bump. Bump. Era um som suave, como algo que está sendo soprada pelo vento.
De repente, o carro foi iluminado por uma luz brilhante. Soar uma voz oficial disse-lhe para sair do carro. Ned deve ter encontrado um policial. Susan abriu a porta e saiu do carro. Como seus olhos se ajustaram à luz, ela viu.
Pendurado pelos pés da árvore ao lado do carro estava o corpo de Ned. Garganta dele sangrento tinha sido cortado tão profundamente que ele quase foi decapitado. O vento balançava seu corpo para trás e para frente para que ele bateu contra a árvore. Bump. Bump. Bump.
Susan gritou e correu em direção à voz e à luz. Enquanto ela se aproximava, ela percebeu a luz não vinha de uma lanterna. Estando lá estava a figura brilhante de um homem com um sorriso no rosto e um grande machado, sólidas e bem reais em suas mãos. Afastou-se a figura brilhante até que ela bateu no carro.
"Jogar em torno de quando eu estava de costas", o fantasma sussurrou, acariciando a lâmina afiada do machado com os dedos. "Você está muito desobediente".
A última coisa que viu foi o brilho da lâmina de machado na luz incandescente estranha.

sábado, 9 de abril de 2011

Frases de Paulo Coelho

"O segredo da felicidade está em olhar Todas as maravilhas do mundo, E nunca se esquecer de sua missão Ou de seu objetivo."
(Paulo Coelho)

Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Você nunca será minha e por isso terei você para sempre.
Paulo Coelho



Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.
Paulo Coelho


Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo.
Paulo
Coelho


Quantas coisas perdemos por medo de perder.

(Brida) Paulo Coelho


Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia...
(Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei) Paulo Coelho


Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela.
Paulo Coelho




Você foi a esperança nos meus dias de solidão,a angústia dos meus instantes de dúvida, a certeza nos momentos de fé.
Paulo Coelho


Não devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia. Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo, outra é ACHAR que seu caminho é o único!
Paulo Coelho



Tudo que acontece uma vez poderá nunca mais acontecer, mas tudo o que acontece duas vezes, certamente acontecera uma terceira.
Paulo Coelho


Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo q aqueles q me tocaram a alma ñ conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo ñ conseguiram atingir minha alma.
Paulo Coelho


Se você não acorda cedo, nunca conseguirá ver o sol nescendo. Se você não reza, embora Deus esteja sempre perto, você nunca conseguirá notar sua presença.

Paulo Coelho


Não tenha medo do sofrimento, pois nenhum coração jamás sofreu quando foi em busca dos seus sonhos.
Paulo Coelh
o


A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.
Paulo Coelho


A possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante.
Paulo Coelho


Os dois testes mais duros no cami
nho espiritual são a paciência para esperar o momento certo e a coragem de não nos decepcionar com o que encontramos.
(Veronika decide morrer) Paulo Coelho


De que me adianta temer o que já aconteceu? O tempo do medo já aconteceu, agora, começa o tempo da esperança...
Paulo Coelho


A gente sempre destrói aquilo que mais ama em um campo aberto, ou numa emboscada; alguns com a beleza do carinho e outros com a dureza da palavra; os covardes destróem com um beijo, os valentes, destróem com a espada.
Paulo Coelh
o


Sempre que possível, seja claro. Mas que sua clareza não seja o motivo para f
erir o outros.
Paulo Coelho


As mais belas frases de amor,são ditas no silêncio de um olhar.
Paulo Coelho


'' ... O mundo está nas mãos daqueles que tem a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos ... ''
Paulo Coelho


Cuidado com as palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com as suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com os seus atos: eles moldam seu caráter. Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
Paulo Coelho


Escuta o teu coração, ele conhece todas as coisas; pois onde ele estiver, é onde está o teu tesouro.

Paulo Coelho


O maior de todos os pecados: o arrependimento.
Paulo Coelho


Que minhas lágrimas corram para bem longe, para que meu amor nunca saiba que um di
a chorei por ele.
Paulo Coelho


Isto é a liberdade: sentir o que o seu
coração deseja, independente da opinião dos outros.
Paulo Coelho

Photobucket

"As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las."
Paulo Coelho


Acerte em tudo que puder acertar. M
as, não se torture com seus erros Paulo Coelho


Saímos pelo mundo em busca de nossos sonhos e ideais. Muitas vezes colocamos nos lugares inacessíveis o que está ao alcance das mãos. Paulo Coelho


Quando se ama, não é preciso entender o que acontece lá fora, porque tudo passa a acontecer dentro de nós.
Paulo Coelho



O amor não é um hábito, um compromisso, ou uma divida. Não é aquilo que nos ensinam as músicas romanticas, o amor é indefinições. Ame e não pergunte muito. Apenas ame.
Paulo Coelho


Os sonhos devem ser ditos para começar a se realizarem. E como todo projeto, precisam de uma estratégia para serem alcançados. O adiamento destes sonhos desaparecerá com o primeiro movimento. Paulo Coelho



“Muito cuidado com os elogios rápidos. Aqueles que, na primeira tarde, são capazes de ver qualidades que não tens, também rapidamente descobrem defeitos que nunca possuístes”.
Paulo Coelho -


“Ninguém gosta de pedir muito da vida
porque tem medo da derrota. Mas quem deseja realizar um sonho, tem que olhar o mundo como se fosse um tesouro imenso, que está ali a espera que seja descoberto e conquistado.”
Paulo Coelho


É mais fácil amar que ser amado. Aceite o amor: ele nao vai ficar esperando para sempre.
Paulo Coelho



Se ainda está na sua cabeça, é porque vale a pena arriscar.

Paulo Coelho



Medo de sofrer é pior do que o próprio sofrimento. Paulo Coelho O amor permanece, o homem é que muda.
Paulo Coelho


Coisas que só você entende e mas ninguém...
Paulo Coelho


"Tudo o que acontece uma vez pode nunca mais acontecer, mas tudo que acontece duas vezes com certeza acontecerá uma terceira."
Paulo Coelho



Cada momento de nossa realidade é diretamente influenciado pela nossa maneira de achar como uma “realidade” deve ser.
Paulo Coelho


"O tempo pode apagar lembranças de um rosto, um corpo, mas jamais apagará lembranças de Pessoas que souberam fazer de pequenos instantes, grandes momentos."
(Paulo Coe
lho)


Quem conhece a felicidade não consegue mais aceitar humildemente a tristeza
Paulo Coelho



"No amor ninguém pode machucar, cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso. Já me senti ferida quando perdi os homens pelos quais me apaixonei. Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém. Onze Minutos
Paulo Coelho



"Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos ju
lgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia."
Paulo Coelho



"Existem muitas maneiras de comet
er suicídio. Os que tentam matar o corpo ofendem a Lei de Deus. Os que tentam matar a alma também ofendem a Lei de Deus, embora esta falta seja menos visível aos olhos do homem"
Paulo Coelho



"Nós sempre temos tendência de ver coisas que não existem, e ficar cegos para as grandes lições que estão diante de nossos olhos."
Paulo Coelho



"Sempre antes de realizar um sonho, a Alma do Mundo resolve testar tudo aquilo que foi aprendido na caminhada."
Paulo Coelho



"Cuidado com as palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com as suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com os seus hábitos: eles moldam seu caráter. Cuidado com seu caráter: ele controla se
u destino."
Paulo Coelho



Aquele que é sábio só é sábio porque ama.E aquele que é tolo, só é tolo porque pensa que pode entender o amor
Paulo Coelho



O Universo não julga: conspira a favor do que desejamos.

Paulo Coelho



Procure viver. Lembrar é para os velhos.
Paulo Coelho at Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei
...


Quem ama venceu o mundo o mundo, não tem medo de perder nada. O verdadero amor é um ato de entrega total...

Paulo coelho


"Pobre de quem tem medo de correr os riscos...talvez não se decepcione nunca, nem sofra como aqueles que tem um sonho a seguir...quando olhar para traz...vai escutar seu coraçao dizendo...desperdiçaste tua vida...!"
Paulo coelho



"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo."
(Paulo Coelho)



O Coração decide, e o que ele decidir é o que vale. Paulo Coelho - Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei Os tolos são aqueles que se acham os mais inteligentes
Paulo Coelho


"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e de correr o risco de viver seus sonhos."
Paulo Coelho


"... Os encontros mais importamtes ja foram combinados pelas almas antes mesmo que os corpos se vejam..."
Paulo Coelho


"O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento, e nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca do seu sonho."
Paulo Coelho



O segredo não está no que você diz, mas na maneira como você diz. Paulo Coelho



"O Mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de sonhar, e correr o risco de Viver seus SONHOS"
(Paulo Coelho)


“Paz não é aquilo que encontramos em um lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho duro, mas o que permite manter a calma em nosso coração, mesmo no meio das situações mais adversas. Este é o seu verdadeiro e único significado”.
Paulo Coelho




A linguagem de seu coração é que irá determinar a maneira correta de descobrir e manejar a sua espada.
Paulo Coelho



Ninguém consegue mentir, ninguém consegue esconder nada quando olha direto nos olhos. E toda mulher, com um mínimo de sensibilidade, consegue ler os olhos de um homem apaixonado.
Paulo Coelho


"Ah, quem dera eu pudesse arrancar o coração do meu peito e atirá-lo na correnteza, e então não haveria mais dor, nem saudade, nem lembranças."
Paulo Coelho



Se as pessoas pensassem um pouco mais na morte, não deixariam jamais de dar o telefonema que está faltando. E seriam um pouco mais loucas.

Paulo Coelh
o



É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.
Paulo Coelho


Sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra.E quando essas pessoas se encontram e seus olhos se cruzam,todo passado e todo futuro perde qualquer importância e só existe aquele momento.
Paulo Coelho


Nós sempre temos tendência de ver coisas que não existem, e ficar cegos para as grandes lições que estão diante de nossos olhos.
Paulo Coelho



Amor só descansa quando morre.Um amor vivo é um amor em conflito. Paulo Coelho


Poucos aceitam o fardo da própria vitória; a maioria desiste dos sonhos quando eles se tornam possíveis.
Paulo Coelho


As flores refletem bem o verdadeiro. Quem tenta possuir uma flor verá a sua beleza murchando. Mas quem olhar uma flor no campo permanecerá para sempre com ela. -
Brida
Paulo Coelho


Não queira ser bravo, quando basta ser inteligente.

Paulo Coelho


Pelo brilho nos olhos, desde o começo dos tempos, as pessoas reconhecem seu verdadeiro Amor.

Paulo Coelho




Quando alguém encontra seu caminho, precisa ter coragem suficiente para dar passos errados. As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas utilizadas para mostrar a entrada.


Paulo Coelho
Ninguém consegue fugir do seu coração. Por isso, é melhor escutar o que ele fala, para que jamais venha um golpe que você não espera.
Paulo Coelho


Basta entender que todos nós estamos aqui por uma razão,e basta comprometer-se com ela. Assim podemos rir, de nossos grandes ou pequenos sofrimentos e caminhar sem medo,conscientes de que cada passo tem um sentido ...
(Trecho do Livro: A Bruxa de Portobello)
Paulo Coelho



"O seu coração está, onde está o seu tesouro. E o seu tesouro precisa ser encontrado, para que tudo possa fazer sentido."
Paulo Coelho


A cada momento de nossa existência temos que escolher entre um caminho e o outro. Uma simples decisão pode afetar uma pessoa para o resto da vida.
Paulo Coelho


A melhor fórmula para uma vida miserável
é deixar de fazer as coisas pelas quais somos apaixonados.
Paulo Coelho


"...Aceite com sabedoria o fato de que
o caminho está cheio de contradições. Há momentos de alegria e desespero, confiança e falta de fé, mas vale a pena seguir adiante..."
Paulo Coelho



Queria não controlar meu coração. Penso: se pudesse entregá-lo ao menos por um final-de-semana esta chuva caindo em meu rosto teria outro sabor. Se amar fosse fácil eu estaria abraçada com ele, e a letra da música contaria uma história que é a nossa história.
Paulo Coelho




Existem certos sofrimentos que só podem ser esquecidos quando podemos flutuar por cima de nossas dores.
Paulo Coelho


O segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua missão ou do seu objetivo
Paulo Coelho


Viva cada momento como se fosse o último.

Paulo Coelho



O amor é sempre novo. Não importa que amemos uma, duas, dez vezes na vida, sempre estamos diante de uma situação que não conhecemos.
(Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei)
Paulo Coelho


Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma.
Paulo Coelho


"Dizem os chineses: Se precisar disparar a flecha da verdade, primeiro molhe a sua p
onta no mel."
Paulo Coelho


:"Existem derrotas, mas não existe o sofrimento. Um verdadeiro guerreiro sabe que ao perder uma batalha está melhorando sua arte de manejar a espada. Saberá lutar com mais habilidade no próximo combate."
Paulo Coelho


"As pessoas reclamam muito, mas se acovardam na hora de tomar providências. Querem que tudo mude, mas elas mesmas se recusam a mudar."
Paulo Coelho


Quantas coisas perdemos por medo de perder.
Paulo Co
elho


"O amor é arriscado,mas sempre foi assim. Há milhares de anos as pessoas se buscam e
se encontram"
Paulo Coelho


Sempre fazendo planos para o futuro... Sempre sendo surpreendida pelo presente
Paulo Coelho


Os sonhos tem um preço. Há sonhos caros e baratos, mas todos os sonhos tem um preço.
Paulo Coelho



A linguagem de seu coração é que irá determinar a maneira correta de descobrir e manejar a sua existencia.
Paulo Coelho


"Não devemos julgar a vida dos outros, porque cada um de nós sabe de sua própria dor e renúncia. Uma coisa é você ACHAR que está no caminho certo, outra é ACHAR que seu caminho é o único!"

Paulo Coelho



Julgar-se pior que os outros é um dos mais violentos atos de orgulho, porque é usar a maneira mais destrutiva possível de ser diferente. Paulo Coelho


Segure a mão da criança que há dentro de você. Para ela, nada é impossível.
Paulo Coelho


Por detrás da máscara de gelo que as pessoas usam, existe um coração de fogo.
(Paulo Coelho)



Quando alguem evolui, evolui tudo que está a sua volta.
Paulo Coelho


O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento. E nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca dos seus sonhos.
Paulo Coelho



Existem momentos em que ainda é preciso correr riscos, dar passos loucos.
Paulo Coelho


"Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Você nunca será minha e por iss
o terei você para sempre."
Paulo Coelho




"Correndo o risco do fracasso,das decepções,das desilusões,mas nunca deixando de buscar o amor. Quem não desistir da busca,vencerá!" Paulo Coelho



O amor pode nos levar ao inferno ou ao paraíso, mas sempre nos leva a algum lugar.
(Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei) Paulo Coelho ...



Apenas por ter certeza de sua exis
tência, continuei existindo... Paulo Coelho Por medo de diminuir, deixamos de crescer. Por medo de chorar, deixamos de rir.
Paulo Coelho


Porque pensar demais faz a gente desisitir
( do livro Onze Minutos) Paulo Coelho



"Às vezes um acontecimento sem importância é capaz de transformar toda a beleza em um momento de angústia. Insistimos em ver o cisco no olho, e esquecemos as montanhas, os campos e as oliveiras"
Paulo Coelho


Seus sonhos são as letras do livro que sua vida está escrevendo.
Paulo Coelho


Descubra sua própria luz, ou passará o resto da vida sendo um pálido reflexo da luz alheia
Paulo Coelho Acerte em tudo que puder acertar. Mas não se torture com seus erros.
Paulo Coelho



A cada novo dia, a cada momento, temos a nossa disposição a maravilhosa possibilidade do encontro, que traz em si infinitas oportunidades. Precisamos apenas estar atentos.
Paulo Coelho (...)


Quando estiver irritada, confusa, procure rir de você mesma. Ria alto, ria muito com esta mulher que está se preocupando, se angustiando, achando que seus problemas são os mais importantes do mundo. Ria desta situação patética, (...).

Paulo Coelho


Para ver o arco-íris, é preciso não temer a chuva.
Paulo Coelho


No momento em que partimos em busca do amor, ele também parte ao nosso encontro. E nos salva.
(Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei) Paulo Coelho


"O amor jamais morre de morte natural geralmente morre de sede porque nos esquecemos da fonte."
Paulo Coelho


Use suas asas agora; é mais tarde do que você está pensando.
Paulo Coelho



O universo sempre nos ajuda a lutar por nossos sonhos.Porque são nossos sonhos, e só nós sabemos o quanto nos custa sonhá-los...
Paulo Coelho



O amor e as represas são iguais:se você deixa uma brecha por onde um fio de água possa se meter,aos poucos ele vai arrebentando as paredes,chega um momento em que ninguém consegue mais controlar a força da correnteza.
Paulo Coelho


Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.
Paulo Coelho


Mesmo um relógio parado consegue estar certo duas vezes por dia Paulo Coelho



O Bom Combate é aquele que é travado em nome dos nossos sonhos; foi transportado dos campos de batalha para dentro de nós mesmos.
Paulo Coelho



Não somos nós que escrevemos os melhores momentos de nossas vidas. Paulo Coelho


Conhecimento sem transformação não é sabedoria.
Paulo Coelho



Todos nós sabemos o que é o medo. Mas a paixão nos faz ter coragem. Paulo Coelho


As flores refletem bem o que é o amor. Quem deseja possuir uma flor, irá ve-la murchar. Mas quem olhar uma flor no campo, terá esta beleza para sempre.
Paulo Coelho



Quem tentar possuir uma flor, verá sua beleza murchando. Mas quem apenas olhar uma flor num campo, permanecerá para sempre com ela. Paulo Coelho



"Se as pessoas pensassem um pouco mais na morte, não deixariam jamais de dar o telefonema que está faltando. E seriam um pouco mais loucas."
Paulo Coelho




O poder da vontade não transforma o homem. O tempo não transforma o homem. O amor transforma.
Paulo Coelho

Photobucket


A vida no interior, embora não deixe a mulher mais elegante ou preparada, ensina como escutar o coração - e entender seus instintos. Paulo Coelho


A decisão é uma forma d
e rezar.
Paulo Coelho



Quem não sabe ouvir não escuta os conselhos que a vida nos dá.

Paulo Coelho


Os inimigos nem sempre são maus, pois suas críticas negativas nos animam e nos desafiam a provar o quanto somos capazes
Paulo Coelho


Mova-se. Seus sonhos esperam por você, mas não vão ficar esperando para sempre Paulo Coelho


Procure viver. Lembrar é para os velhos.
Paulo Coelho at Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei ...



Quem ama venceu o mundo o mundo, não tem medo de perder nada. O verdadero amor é um ato de entrega total...
Paulo coelho



"Pobre de quem tem medo de correr os riscos...talvez não se decepcione nunca, nem sofra como aqueles que tem um sonho a seguir...quando olhar para traz...vai escutar seu coraçao dizendo...desperdiçaste tua vida...!"
Paulo coelho




"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo."
(Paulo Coelho)


O Coração decide, e o que ele decidir é o que vale.
Paulo Coelho - Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei


Assim como o lutador, o guerreiro da luz conhece sua imensa força; e jamais luta com quem não merece a honra do combate.
Paulo Coelho



"As flores refletem bem o que é o amor. Quem deseja possuir uma flor, irá ve-la murchar. Mas quem olhar uma flor no campo, terá esta beleza para sempre."
Paulo Coelho


Temos que estar sempre preparados para as surpresas do tempo..

Paulo Coel
ho


Todos nós, cedo ou tarde, vamos morrer. E só quem aceita isso está preparado para a vida.

Paulo Coelho


Meus amores terminam mesmo antes de comecar

Paulo Coelho


" Em algum canto, em algum lugar que você talvez não tenha reparado até este momento, está a resposta que você queria, o milagre que você precisava. Para que este milagre aconteça basta prestar atenção" Paulo Coelho



A fé apara todos os golpes. A fé transforma o veneno em água cristalina. Paulo Coelho


"Quem deseja ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva"
- (O Aleph)
Paulo Coelho


O único poder que voce tem é o poder de suas decisões. Use-o à vontade Paulo Coelho


Algumas pessoas nasceram para encarar a vida sozinhas, isso não é bom nem mau, apenas a vida. Eu sou uma dessas pessoas.
Paulo Coelho


Um guerreiro não tenta parecer; ele é.
Paulo Coelho


Cada vez que fala de um sonho, usa um pouco da energia deste sonho para se expressar. E, de tanto falar, corre o risco de gastar a energia necessária para agir.
Paulo Coelho


Cada nota deixa em cada um de nós uma lembrança, mas é a melodia inteira que conta
uma história.”
(O Aleph)
Paulo Coelho


Nossos verdadeiros desejos sempre se transformam em realidade.
Paulo Coelho


Nosso anjo usa o lábio dos outros para conversar conosco. Preste atenção.
Paulo Coelho




Perdoe seus inimigos, mas não os confunda com um amigo. É preciso buscar o amor onde estiver, mesmo que isso signifique horas, dias, semanas de decepção e tristeza. Porque ao momento em que partimos em busca do amor, ele também parte ao nosso encontro.
(Paulo Coelho)


"As coisas importantes sempre ficam, o que vai embora são as coisas que julgávamos importantes, mas são inúteis."
Paulo Coelho (em O Zahir)



Apenas uma pessoa que entende o amor, pode entender o significado da oração. Porque o amor por alguém é uma prece dirigida ao coração do Universo, uma prece que Deus colocou nas mãos de cada ser humano como um presente.
RAMANUJA ( por Paulo Coelho)


"O sofrimento nasce quando esperamos que os outros nos amem da maneira que imaginamos e não da maneira com que o amor deve se manifestar - livre, sem controle, nos guiando com sua força, nos impedindo de parar."
Paulo Coelho (em O Zahir)


"Liberdade não é a ausência de compromissos, mas a capacidade de escolher - e me comprometer com o que é melhor para mim."
Paulo Coelho (em O Zahir) (...)


Como todos os brasileiros, tentei,
lutei, me esforcei para acreditar que a situação do meu país iria melhorar um dia, mas a cada ano que passa as coisas parecem mais complicadas, independentemente do governante, do partido, dos planos econômicos, ou da ausência dos mesmos
.
Paulo Coelho



"Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia".
Paulo Coelho


O caminho da sabedoria é não ter medo de errar.
Paulo Coelho


O verdadeiro caminho da sabedoria pode se identificar por apenas três coisas: precisa ter amor, deve ser prático e pode ser trilhado por qualquer um.
Paulo Coelho



Todos esses meses de autocontrole, de recusa do amor, resultaram exatamente no oposto: deixar-me levar pela primeira pessoa que me deu uma atenção diferente.
Paulo Coelho


Essa é a qualidade do guerreiro: entender que vontade e coragem não são a mesma coisa."
O Aleph
Paulo Coelho


Não seja aquele tipo de pessoa que procura, acha, e depois sai correndo com medo!
Paulo Coelho


Escolher a solidão para fugir de um problema, é sempre uma prova de fraqueza.
Paulo Coelho



O senhor só exige das pessoas aquilo que está dentro das possibilidades de cada um.

Paulo Coelho



São textos que confirmam a vivência do autor e passam ao leitor a importância de uma vida mais plena de realizações, dedicação, e firmeza nas decisões.
Paulo
Coelho



Quem vai em busca dos montes nao se detem a recolher as pedras do caminho!!
Paulo Coe
lho


Não se pode dizer para a primavera? 'tomara que chegue logo e dure bastante'. Pode-se apenas dizer: 'venha, me abençoe com sua esperança, e fique o máximo de tempo que puder'.
Paulo Coelho



O universo ajuda-nos sempre a lutar pelos nossos sonhos, por mais idiotas que possam parecer. Porque são os nossos sonhos, e só nós sabemos quanto custa sonhá-los.
Paulo Coelho



A todo ser humano foram concedidas duas maneiras de agir: a ação e a contemplação. Ambas levam ao mesmo lugar.

Paulo Coelho


E nenhum coração jamais sofreu quando
foi em busca dos seus sonhos... Paulo Coelho


Todas as histórias de amor são iguais.

Paulo Coelho


"Antes de morrer, quero lutar pela VIDA. Se for preciso andarei sozinha .. Maiis irei ate aonde euu Quero."

Paulo Coelho



Agora deixo que a vida decida por mim...
Paulo Coelho


Demorou muito para entender que não era bem isto. Há coisas que são colocadas em nossas vidas para nos reconduzir ao verdadeiro caminho de nossa Lenda Pessoal. Outras surgem para que possamos aplicar tudo aquilo que aprendemos. E, finalmente, algumas chegam para nos ensinar.
Paulo Coelho


Ninguém ganha sempre, mas os corajosos sempre ganham no final. Paulo Coelho


As condições ideais que voce está esperando não existem. Comece a mudar agora
Paulo Coelho



Procure viver. Lembrar é para os velhos.
Paulo Coelho at Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei
...


Quem ama venceu o mundo o mundo, não tem medo de perder nada. O verdadero amor é um ato de entrega total...

Paulo coelho


"Pobre de quem tem medo de correr os riscos...talvez não se decepcione nunca, nem sofra como aqueles que tem um sonho a seguir...quando olhar para traz...vai escutar seu coraçao dizendo...desperdiçaste tua vida...!"
Paulo coelho


"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo."
(Paulo Coelho)


O Coração decide, e o que ele decidir é o que vale.
Paulo Coelho - Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei



A liberdade tem um preço alto, tão alto quanto o preço da escravidão. A única diferença é que você paga com prazer e com um sorriso, mesmo quando é um sorriso manchado de lágrimas.
Paulo Coelho- O Zahir ...


Basta prestar atenção,as lições sempre chegam quando você está pronto, e se estiver atento aos sinais, aprenderá tudo o que é necessário para o primeiro passo
citado por Paulo Coelho em O Zahir ...


Não sei quanto tempo este sonho vai durar, mas resolvo viver cada momento como se fos
se o último
Paulo Coelho -O Zahir



" É justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida mais interessante .! "
(O Alquimista)
Paulo coelho


Alguém quando parte é porque outro alguém vai chegar - encontrarei de novo o amor.
PAULO COELHO (o zahir) -


Isso faz parte do meu jardim secreto. Não interessa a ninguém.

Paulo Coelho (em O Zahir)


Quando morrer me enterre de pé,pois passei toda minha vida de joelhos.

Retirada do livro a Bruxa de Portobello de Paulo Coelho.



Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade e a possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante.
[adaptado]
Paulo coelho Raul Seixas


"O amor é a unica coisa que ativa a inteligência e a criatividade, algo que nos purifica e nos liberta."

Paulo Coelho (em O Zahir)



"A liberdade absoluta não existe: o que existe, é a liberdade de escolher qualquer coisa, e a partir daí tornar-se comprometido com sua decisão."
Paulo Coelho (em O Zahir)


"Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma."
(Paulo Coelho)



...o amor é uma doença da qual ninguém quer livrar-se. Quem foi atacado por ela não procura restabelecer-se, e quem sofre não deseja ser curado.
PAULO COELHO (o zahir)


Se tiver que se decidir,então que se decida logo,porque aí eu te espero ou te esqueço.Esperar dói e esquecer também.Mas não saber que decisão tomar é o pior dos sofrimentos.
Paulo Coelho (livroNas Margens do Rio Pietra eu Sentei e Chorei)



“Tive meu sofrimento, mas também realizei o meu desejo.”
PAULO COELHO (o zahir)


A vida é muito rápida; faz a gente ir do céu para o inferno em questão de segundos.

Paulo coelho



Quando você quer alguma coisa,todo universo conspira para que aconteça
(Paulo Coelho )



O medo de sofrer doi muito mais do que o próprio sofrimento.
Paulo coelho


Morrendo de medo e morrendo de curiosidade. A curiosidade ganha.
Paulo Coelho (O Aleph)


SÓ HÁ DOIS DIAS EM QUE É IMPOSSÍV
EL FAZERMOS ALGO: Ontem e Amanhã".
PAULO COELHO escritor


Photobucket

A inocência deixa o coração aberto para o que há de melhor na vida! Paulo coelho


Se amar fosse fácil eu estaria abraçada com ele, e a letra da música contaria uma história que é a nossa história.

Paulo coelho



Quem não tem colírio usa óculos escuro.
(trecho de "Como Vovó Já Dizia") Raul Seixas e Paulo Coelho


"...Quando voce está em busca da sua lenda pessoal, o universo conspira para te ajudar a realizar..."
(O Alquimista)
Paulo coelho


Sexo é a arte de controlar o descontrole.
Paulo Coelho (11 Minutos)


No amor ninguém pode machucar ninguém, cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso.
Paulo coelho (Onze Minutos)



A montanha-russa é a minha vida, a vida é um jogo forte e alucinante, a vida é lançar-se de para-quedas, é arriscar-se, cair e voltar a levantar-se, é alpinismo, é querer subir ao topo de si mesmo e ficar insatisfeita e angustiada quando não consegue.
Paulo coelho (Onze Minutos)


Você pode mudar o seu futuro trazendo o passado para o presente. Passado e futuro existem apenas em nossa memória.
(Paulo Coelho)



"As pessoas sempre chegam na hora exata nos lugares onde estão sendo esperadas."

(O Diário de Um Mago) Paulo Coelho


O tempo não é uma medida: mas um
a qualidade. Quando voltamos ao passado, não estamos voltando uma fita, mas relembrando uma passagem sobre a Terra. Não se mede o tempo como se mede uma estrada, já que damos saltos gigantescos para tráz (lembranças) e para frente (projetos).
Paulo Coelho


As pessoas sempre chegam na hora exata nos lugares onde estão sendo esperadas.
- O Diário de Um Mago
Paulo Coelho


O misterio do amor é maior que o misterio da morte

Paulo Coelho


"Existem derrotas, mas não existe o sofrimento. Um verdadeiro guerreiro sabe que ao perder uma batalha está melhorando sua arte de manejar a espada. Saberá lutar com mais habilidade no próximo combate."
Paulo Coelho




É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.
(Na Margem do Rio Piedra Eu sentei e Chorei) Paulo Coelho


A Grande Conquista é o resultado de pequenas vitorias que passam despercebidas.
Paulo Coelho

Alinhar ao centro

Músicas da Toca


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...