Amigos da Toca

Visitem meu outro blog!

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

...

Navegue na Toca ouvindo os sons da Natureza!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Conto de Amor e Fantasia-Eco das Conchas



Photobucket
Eco das Conchas
por: Morgana

Sereiana vivia nas profundezas do oceano, em sua vida ainda era considerada
muito jovem com seus trezentos anos, vivia na toca das profundezas do oceano,
já havia sentido as selvagens tempestades no oceano, visto medusas gigantes e
tubarões ameaçadores, mas nada comparado aos "humanos" como assim eram chamados.
As sereianas eram conhe
cidas como as "bruxas do mar" pois os marinheiros que eram achados por elaS eram levados para o fundo do
oceano, afogados e devorados, bem nem todos....
Sereiana em sua iniciação se assim possamos dizer encontou Sauron, um marinheiro
de coração nobre por quem se encantara, puxou-o sim, para
o fundo do oceano mas não o afogou pois ao encostar em sua alma mortal sentiu que
ele era diferente...tinha algo a haver com ela... não sabia o que...decidiu devolve-lo ao seu navio vivo e intacto.

Photobucket












Mas Ambos se apaixonaram .E todos os dias ao nascer do sol ela ia para perto da proa do navio para ouvir o seu amado tocar gaita para ela.Um dia
o marinheiro decidiu se jogar da proa do navio e ir viver com a sua amada.
Ela levou-o para as profundezas do oceano ele sentiu a pressão em seus ouvidos e a àgua entrando em seus pulmões, mas nada mais
importava...
Abriu os olhos tudo estava escuro mas mesmo assim ele conseguia enxergar estava ..
-Serena eu,,, estou respirando àgua!
-Sim meu amado_disse ela-Dei a você um suspir
o de sereia. Agora você pode viver aqui embaixo comigo.-disse ela dando-lhe um sorriso
Sauron havia ganhado cauda de peixe também.

Sereiana levou Sauron para conhecer os sete
mares, se divertiam muito o casal de apaixonados.Eram tão unidos que as vezes não precisavam
conversar o que iriam fazer,pareciam se com
unicar com o olhar tamanha era a sintonia de suas almas.Gostavam muito de ouvir o som das conchas.
Mas como tudo não é perfeito... .
Acontece que Sereiana tinha três tias "as velhas bruxas do mar", eram assim conhecidas pois achava-se que elas tinham ficado com os corações
frios e duros devido a idade.Elas de forma
alguma aprovaram o relacionamento de Serena com Sauron"O Humano "
Um dia as três bruxas do mar pegaram Sauron e decidiram tracarem ele no velho Baú das conchas, que ficava nas profundezas do oceano, esse baú era encantado.
Dele Sauron nunca conseguiria sair, mas também nunca morreria. O que na verdade isso seria pior que morte para ele.
_vifte!!!-Disse a bruxa
-Vafte!!!-disse a outra
_Que fique no baú eterno humano!-disse a bruxa fazendo um gesto com as mãos ao terminar o encanto. O baú fechou-se com tremendo estrondo
com Sauron dentro .
_Naõoooo!!!!!-Gritou ele.
Sereiana procurou por seu amado por dez...vinte...trin
ta...100 anos....seus olhos já não brilhavam mais como antes, e ela havia se tornado uma sereia triste e quieta.
Já não saia quase de sua caverna.
Um dia Sereiana já não sabendo mais aonde procurar, decidiu ir para os confins do mar, aonde nem suas tias se arriscavam em ir.
Pois lá morava um
demônio do mar astuto e vil.
_Como ousas vir aqui sereia!-Disse a criatura negra com cauda de tubarão,da cintura para cima tinha corpo humano com dentes afiados,
chifres e olhos brancos.
-Procuro por meu amado!.
A criatura nada disse apenas riu. Deu-lhe uma mordida no braço.Sereiana conseguiu fugir, mas uma mordida do demonio do mar era fatal.
Ela nadou muito mas devido ao veneno foi perdendo as forças e caiu no fundo do oceano. Já sem forças e no fundo viu a concha e
e disse:
Photobucket
_Meu amor...-disse ela lembrando de Sauron e fechando os olhos.
As tias dando falta de Sereiana a procuraram com sua magia mas nem assim conseguiram encontrar.Desesperadas foram até o baú.
_Estais a ouvir rapaz.-disse uma delas.
Mas não obteve resposta.

_Sereiana sumiu!
_Eu sei aonde ela está!-Disse ele com voz seca de dentro do baú.
-Como sabes-Disse uma delas olhando para o baú fechado.
-Já enlouqueci aqui e no meio da minha loucura encontrei minha sanidade por lembrar-me de Sereiana. Mas não responderei à sua pergunta!
Tirem-me daqui para que eu consiga encontra-la!
As bruxas concordaram.
Soltaram o sereiano que já havia sido huma
no e ele nadou tão rápido quanto um peixe-espada. E nos confins do oceano achou a sua amada.
Ela estava azul e de olhos fechados, parecia morta.
_Ela foi envenenada pelo demonio do mar!
Disse uma das tias bruxas
_Como conseguiram me seguir...-disse Sauron
Somo bruxas e quase tudo podemos.
_É grave e ela já está quase morta-disse a outra.
-Mas há um encanto -disse a mais velha.
Elas disseram o que deveria ser feito para o encanto -Ele de imediato aceitou.
Sereiana acordou já em sua caverna. Ao abrir os olhos viu o amado e achou que estava vendo coisas. Afinal quanto havia sonhado com isso.
-Sauron é você!
_Sim minha querida-Se abraçaram, foi então que Sereiana viu que no lugar de um dos braços de seu amado havia um pedaço do bico do peixe serra.
_Agora serei o capitão do mar! -disse ele brincando e levantando o braço. Os dois riram apesar da
situação não ser boa.Mas para eles estarem juntos era tudo o que importava.
Ele decidiu nunca contar a Sereiana que havia si
do aprisionado no baú pelas suas tias, disse apenas que ficou preso dentro do baú.
Pois Sereiana gostava muito das tias, e ele não queria ve-la triste.
As tias apesar do coração duro, conseguiram enxergar o erro que haviam cometido e a partir daquele dia, nunca mais atrapalharam o casal,
apenas os ajudavam no que podiam quando precisavam de sua magia.
Sereiana ficou com uma feia cicatriz no braço.Que não saia com magia devido ter sido a mordida de um demonio.
-Ah, Sauron como você conseguiu me encontrar naquele dia em que fui envenenada!
-Simples minha querida_Disse ele abrindo um sorriso e lhe mostrando uma concha_Eu escutei você!
Ambos foram muito felizes , com suas almas gemeas em harmonia.Viajando , nadando pelos sete mares!
Photobucket
Moral da história: às vezes quando encontramos a pessoa certa a "alma gêmea" podemos ser felizes com pouco.
Ou se você não encontrou sua alma gêmea,apenas seja feliz por ser, e viva da melhor maneira possível,
pois a felicidade mora dentro de nós mesmos.



Licença Creative Commons
Eco das Conchas de Morgana Magia é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at tocadamorgana.blogspot.com.

você pode copiar,exibir,executar,desde que você dê crédito ao autor original Morgana Magia,com um link direcionado para http://tocadamorgana.blogspot.com

2 comentários:

Expedito Gonçalves Dias disse...

Morgana, concordo com isto. Conheço muita gente com muito e acompanhado que vivem como mendigos no relacionamento. Conheço pessoas que tem só o suficiente para sobreviver, mas que são casais que vivem como rei e rainha.
Abraços!

Rita de Cassia de Oliveira disse...

linda

Postar um comentário

Poste apenas comentários construtivos , A Toca da Morgana é um espaço para energias positivas.

Músicas da Toca


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...