Amigos da Toca

Visitem meu outro blog!

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

Se alguma das imagens estiver muito grande clique em cima da imagem para poder vê-la por inteiro

Navegue na Toca ouvindo os sons da Natureza!

terça-feira, 1 de maio de 2012

A Sopa de Pedra-Parábola


A Sopa de Pedra

Um estranho, velho e gentil estava caminhando pela terra quando ele se deparou com uma aldeia. Quando ele entrou, tods moradores travaram suas portas..

O estranho sorriu e perguntou: por que você é  tão assustado. Sou um viajante simples, procurando um lugar macio para passar a noite e um lugar quente para uma refeição.

"Não há uma mordida para comer em toda a província", foi-lhe dito. "Nós somos fracos e nossas crianças estão morrendo de fome. Melhor ir andando."

"Oh, eu tenho tudo que preciso", disse ele. "Na verdade, eu estava pensando em fazer uma sopa de pedra para compartilhar com todos vocês." Ele puxou um caldeirão de ferro de seu manto, encheu de água, e começou a construir um fogo sob ele.

Então, com grande cerimônia, tirou uma pedra de aparência comum de um saco de seda e jogou na água.

Até agora, ouvindo o rumor de alimentos, a maioria dos moradores tinha saído de suas casas ou assistiam de suas janelas. Como o estranho cheirou o "caldo" e lambeu os lábios em antecipação, a fome começou a superar o medo de todos.

"Ahh," o estranho disse para si mesmo e não em voz alta: "Eu gosto de uma saborosa sopa de pedra Claro, sopa de pedra com couve -. Que é difícil de bater."

Logo, um morador se aproximou hesitante, segurando um repolho pequeno ele tinha recuperado a partir de seu esconderijo, e acrescentou que na panela.

"Maravilhoso!" gritou o estranho. "Você sabe, uma vez eu tinha uma sopa de pedra com couve e um pouco de carne salgada, bem como, e ele estava apto para um rei."

O açougueiro aldeia conseguiu encontrar alguma carne salgada. . . e assim foi, por meio de batatas, cebolas, cenouras, cogumelos, e assim por diante, até que houve de fato uma deliciosa refeição para toda a aldeia para compartilhar.

O mais velho aldeão havia oferecido ao estrangeiro uma grande quantidade de dinheiro para ele vende-se a  pedra magica, mas ele se recusou a vendê-lo e viajou no dia seguinte.

Quando saiu, o estranho se apoderou de um grupo de crianças da aldeia de pé perto da estrada. Ele deu o saco de seda que continha a pedra para o filho mais novo, sussurrando a um grupo, que não era a pedra, mas os aldeões que haviam realizado a magia. "

Moral da história: Ao trabalhar em conjunto, com todos contribuindo com o que puderem, um bem maior sesá alcançado.








2 comentários:

Bia Hain disse...

Oi, Morgana, como sempre trazendo contos maravilhosos...esse eu vou contar para os meus alunos, muito bom. Um abraço!

Morgana disse...

Obrigada e um forte abraço querida Bia!

Postar um comentário

Poste apenas comentários construtivos , A Toca da Morgana é um espaço para energias positivas.

Músicas da Toca


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...